Email marketing automatizado – A evolução das campanhas

Se você realmente já conhece email marketing, então já deve saber que ele é a ferramenta mais lucrativa de toda a internet, pois o email é a única forma direta de contato que você tem com um consumidor.

Como muitos dizem por aí: “Sua lista é o seu maior ativo”

Mas realizar uma venda através do email marketing não é tarefa fácil, pois existem muitos passos a serem seguidos até chegar de fato a venda com suas campanhas de email.

A parte ruim, é que muitas pessoas não sabem como realizar vendas através de email marketing, e por conta disso acabam utilizando essa ferramenta da maneira incorreta e isso é feito até mesmo por grandes empresas (lojas de roupas, calçados, móveis, entre outras).

E é por causa disso que o email marketing vem evoluindo a cada dia, até que chegamos no “Email marketing automatizado”.

Neste artigo irei apresentar a você o que é esse tal de email marketing automatizado, para que você possa começar a pensar em email marketing de uma maneira diferente, assim, visualizando os grandes lucros de negócios que um bom plano de email pode gerar a sua empresa.

Mas qual é a maneira INCORRETA de enviar emails?

Compre listas de emails e encha a caixa de entrada dos seus contatos com emails de propagandas e ofertas! Simples assim.

Realizando essa prática comum, você conseguirá:

  • Ser marcado como spam;
  • Ser bloqueado por servidores de email;
  • Ter uma péssima taxa de abertura;
  • Não ter nada de cliques em suas propagandas;
  • Gastar muito dinheiro com serviços de email;
  • Perder tempo criando emails que não trazem resultados;
  • Queimar o filme da sua empresa;
  • Encher o saco de quem não deseja receber seus emails;
  • entre outras ações negativas para o marketing de sua empresa.

Essas são apenas algumas das desvantagens que você irá desfrutar do email marketing se continuar a fazer ele da maneira incorreta. Aposto que você não gostaria de realizar nenhuma dessas ações para a sua empresa, não é mesmo?

Isso ocorre por que você envia um conteúdo que não agrega valor aos seus cadastrados na lista de email. Até por que você comprou a lista e não sabe nem qual é o real interesse daquelas pessoas (isso se os email forem válidos).

Quando você compra uma lista de email, você não sabe qual é o perfil daquelas pessoas, muito menos eles sabem que você tem o email deles, por consequência, as taxas de abertura, de cliques, e de vendas, serão mínimas ou nulas.

RECEBA DICAS EXCLUSIVAS SOBRE E-MAIL MARKETING

Participe de nossa lista VIP de assintantes gratuitamente.
Insira seu email abaixo:

NÃO SE PREOCUPE, NOSSA LISTA É 100% LIVRE DE SPAM!

E se você criar uma lista do zero da maneira correta?

Mesmo que você crie listas em seu site/blog, capturando emails da página de contato e também com formulários em seu blog (Call to Actions), será preciso criar uma estratégia correta para nutrição dessa lista, para que futuramente os seus contatos de email comecem a se interessar mais pelos seus produtos ou serviços e comecem demonstrar interesse (aumentando suas taxas de aberturas, cliques ou até mesmo de vendas).

[Email Marketing Automatizado] Com a necessidade veio a evolução

O Email Marketing Automatizado é a bola da vez. A maneira mais correta de se nutrir uma lista de email marketing, e ainda por cima, com sequências automatizadas.

Quando falamos de email marketing automatizado, estamos falando de uma máquina de nutrição.

Essa máquina tem o poder de fazer com que a sua lista de email cresça a cada dia, mantenha-se aquecida (engajada) de maneira correta e a densidade (período de envio) também, pois não deve transbordar a caixa de email do seu lead (Lead é o nome de uma oportunidade/email capturado por seus formulários).

A maior vantagem disso tudo, é que tudo é feito automaticamente depois de programado.

Imagina o quanto é bom receber em seu email uma informação valiosa que você estava procurando!

É exatamente isso que você tem que programar para que seja enviado para sua lista de email automatizado, o email correto e com as informações valiosas para aquele momento do lead.

Exemplo: se ele está com um problema de vazamento de água em casa, nada melhor do que você enviar um email com dicas de como identificar um vazamento de água!.

Como configurar campanhas de email automatizado?

Não é nada fácil, pois exige um bom raciocínio para configurar boas campanhas.

O que eu posso dizer em resumo, é que as campanhas automatizadas, são nada menos do que campanhas que são ativadas a partir de determinada ação do lead.

Existem diversos tipos de ações que podemos observar em uma lista de email, tais como:

  • Número de emails abertos;
  • Número de cliques;
  • Onde clicou em uma campanha;
  • Quem respondeu um email;
  • Quem atualizou o cadastro;
  • Pessoas que recomendaram um email;
  • etc.

Essas são regras que podem servir para ativar (disparar) um email para determinado lead, ou seja, depois de criados diversos emails para cada ação dos seus leads, seus emails serão disparados automaticamente, conforme a ação que o lead toma. Por isso o nome de email marketing automatizado!

Cada ferramenta de email marketing, possui diversas maneiras de automatizar campanhas, e quanto mais automatizado estiver sua lista, mais segmentado pode ser suas campanhas.

Você também pode agendar campanhas por datas de aniversário ou datas comemorativas.

Na hora de criar suas campanhas automatizadas, use e abuse da criatividade.

Identifique o momento quente

O mais importante, é saber criar ações para identificar o momento em que o seu lead está quente em sua lista, ou seja, aquele momento em que ele está realmente interessado em comprar o seu produto ou contratar seu serviço.

Isso pode ser identificado através de cliques em links por exemplo, quando um lead clica em um link de um produto ou serviço que você estava apresentando na campanha.

Outra maneira muito comum de identificar o momento do seu lead, é criando tags. A criação de tags pode ser quando um lead seu baixar algum material que você disponibiliza para download.

A melhor maneira de identificar o momento do lead é pelo tipo de material que ele se interessa, ou seja, é muito fácil saber que o lead que baixou um case de sucesso da sua empresa, está muito mais interessado em comprar de você do que aquele que baixou um guia para iniciante.

Conclusão

O email marketing evoluiu, e não adianta mais tentar empurrar nada por guéla abaixo para os seus cadastros de email.

Se adapte ao email marketing automatizado, e deixe com que seus próprios leads decidam o que eles querem receber, identificando assim o momento ideal para realizar uma oferta e concluir uma venda com sucesso.

Espero que esse artigo tenha ajudado, mas caso tenha alguma dúvida, deixe no campo de comentários abaixo.

Um grande abraço, e até a próxima.

DESCOBRIMOS como vender mais pela internet em 6 passos + 1 BÔNUS

Para conseguir vender mais pela internet você precisa conhecer os 6 passos, só assim você vai aumentar o número de clientes, visitantes, e muito mais.

1 – O comercio eletrônico atual é muito grande, então adquira uma autoridade

Todos já estão cansados de saber que o comercio eletrônico não é mais novidade para ninguém, os brasileiros já até acostumaram a consumir a maior parte de seus produtos pela internet pois a grande variedade de produtos, serviços, e principalmente de preços conquistaram a cabeça do consumidor.

Mais então como fazer para sair na frente e conseguir vender os meus produtos ou serviços nessa imenso meio de concorrentes que está na internet?

A palavra que fica em maior evidência com certeza é a autoridade de sua loja ou marca.

Conquiste a autoridade em seu nicho de mercado

A melhor maneira de conquistar uma autoridade em seu nicho de mercado, é mostrando que você tem um grande conhecimento sobre este nicho.

Essa tarefa não é muito fácil, mais também não é impossível. A melhor maneira de expor seus conhecimentos na internet é escrevendo, e para isso você vai precisar de um Blog.

Crie um blog em seu site e escreva sobre seus produtos ou serviço, visando sempre em passar aumentar o conhecimento de seus consumidores.

Uma dica: procure saber quais são as maiores dificuldades de seus consumidores ou clientes e ensine ele a resolver esses problemas, seja o professor dele, assim ele vai confiar mais em você.

Mais antes de criar um blog, verifique se seu site está otimizado, você vai entender melhor isso com a próxima dica.

2 – Tenha um site totalmente otimizado (SEO)

Ter um site na internet hoje em dia é muito fácil, mais não é o suficiente para vender seus produtos ou serviços.

Para conseguir vender mais no meio de tanta concorrência dentro da internet, é preciso ter mais que um simples site institucional ou e-commerce, é necessário que se tenha um site totalmente otimizado para os mecanismos de busca (Google, Bing, etc).

O SEO são as técnicas mais procuradas atualmente por pessoas que precisam aumentar o número de acessos de um site, blog, ou e-commerce.

As técnicas de SEO ajudarão você a conquistar mais tráfego para seu site, pois ele é o responsável por ajuda-lo a aparecer nas primeiras páginas do Google sem que você invista nenhum centavo do seu bolso.

3 – Passe segurança ao consumidor (os pequenos detalhes fazem a diferença)

Existem muitas maneiras que ajudar a passar mais segurança ao seu consumidor fazendo com que ele confie em seu site e realize por fim a sua compra. O mínimo que você deve fazer, é colocar selos de segurança no seu site.

Mais uma dica que tenho para você, é que você se atente aos pequenos detalhes do seu site.

Ajude seu consumidor a encontrar o necessário sem muito esforço

Uma detalhes que você deve se atentar bastante, é a diagramação do site, isso deve ser muito bem feito e muito bem pensado para que o visitante do site encontre todas as informações necessárias de seu produto ou serviço sem que ele precise ficar navegando por diversas páginas dentro do site.

Tente exibir em uma única página, todas as informações necessárias para a compra ou contratação de um serviço, como por exemplo:

– Especificações técnicas

– Preço (a vista, parcelado)

– Forma de pagamento

– Atendimento ao consumidor

– Fotos de diversos ângulos do produto

– Vídeo de demonstração (isso faz uma grande diferença)

Quanto mais detalhes tiver de seu produto ou serviço, mais o seu consumidor confiará e consequentemente realizará a compra.

Não se esqueça também dos selos de segurança de sua plataforma (caso utiliza uma para e-commerce).

4 – Crie um Blog para criar ótimos artigos e se tornar uma referência no assunto

Por fim chegamos ao maior responsável pelo marketing de sua venda online.

Os blogs atualmente são como uma pessoa que passa mais conhecimento, autoridade (como já falamos na primeira dica), confiança, e muito mais para o seu futuro cliente.

O seu blogue deve falar apenas sobre assuntos de seu nicho de mercado, não se esqueça disso!

Antigamente os responsáveis pela maior parte da venda de seus produtos eram os vendedores (contratados especialmente para vendas) que aguardava um contato por telefone e tentava convencer o seu visitante para realizar a compra, mais o maior problema disso, é que na maioria das vezes, os visitantes não estavam no momento ideal de compra.

Então surgiu o Marketing de Conteúdo o/

Esse é o maior vendedor da maioria dos serviços online das grandes empresas. O Marketing de conteúdo é responsável por educar o seu visitante e descobrir qual o momento ideal de cada um deles para realizar a venda.

Através de email e postagens semanais em um blog, uma campanha de marketing de conteúdo faz com que o visitante nos passe informações importantes e essenciais para descobrir qual a necessidade de consumo deste futuro consumidor.

Não vamos nos aprofundar muito neste assunto, mais você pode estudar mais na internet.

5 – Atrair muito mais acessos através do seu Blog

Outra grande vantagem de ter um site com grande autoridade, otimizado para os buscadores e com um belo blog, é a quantidade de acessos que podemos adquirir com tudo isso junto.

O Blog também se tornou um grande auxiliar para atrair mais acessos para um site, e consequentemente convertermos para mais vendas.

Supondo que um site tenha 1000 acessos mensais e uma taxa de conversão para vendas de 5% (o que é relativamente alto, dependendo de seu produto ou serviço), chegaríamos a um valor de 50 vendas mensais.

Agora imagine se aumentasse o número de acessos para 10000, este site chegaria a 500 vendas por mês.

Mais como aumentar o número de acessos com um Blog?

Escrevendo artigos otimizados para palavras-chave que tenha um grande número de acessos mensais.

Cada artigo que for escrito em seu blog deve ter o foco para uma única palavra-chave, ou melhor, um único assunto.

Neste artigo eu escrevi um guia de como divulgar um site e um exemplo de artigo otimizado.

Você também pode fazer uma boa divulgação nas redes sociais. O Facebook é a mídia mais recomendada para isso.

Precisando vender mais pela internet através do Facebook?

6 – Capriche no design do site

Para falar melhor sobre esse assunto eu convidei o responsável por essa parte de design na equipe Nano. Confira abaixo algumas dicas de Weriskson.

Como o design pode influenciar nas vendas do seu site?

O Design do site não é somente ser “bonito”, um bom design vai tornar o seu site funcional e um site funcional irá manter o usuário com o foco no que ele precisa, isso o ajudará muito! Portanto um site com um bom design, usabilidade deve ter;

  • Pesquisa, para o usuário encontrar o que deseja bem rápido;
  • Filtros para que o usuário possa ir direto ao que precisa;
  • Uma ótima organização para os produtos;
  • Fácil navegação em todas as áreas do site;
  • Breadcrumbs e itens como próximo, anterior e relacionados melhoram muito a experiência do usuário;
  • Menos é mais! Não polua seu site com milhares de informações que o usuário não merece ver.

Esses são alguns dos vários pontos a serem analisados, eu poderia escrever um post somente pra todos eles, mas como são dicas tome muita atenção nesses itens básicos. E cuidado com o uso das cores, procure deixar a tela do usuário LIMPA.

E a última observação é com a foto dos produtos, exibir seu produto com uma foto em alta qualidade seria o mesmo que falar pra ele assim: “Se venda sozinho”. E realmente, produtos que são bem apresentados, geram vontade no consumidor – isso é um fato. Isso não é uma regra, é algo a mais para aqueles que desejam melhores resultados. Espero que possamos ajudar com essas dicas. Werikson Henrique.

Bônus – Fique atento a falta de especificações sobre o produto ou serviço

Isso é algo inaceitável, chega a irritar alguns consumidores as vezes. Como você quer vender o seu produto ou serviço sem ao menos dizer os detalhes de cada um dele.

Por favor, não cometa esse erro.

Tente especificar o máximo de detalhes possível de cada produtos ou até mesmo de seu serviço, releia a dica #3 e veja que os detalhes fazem toda a diferença.