veteranos-google-apple-criam-robos-programadores

Veteranos do Google e Apple criam robôs que ajudam crianças a programar

Para cumprir a sua proposta, o Play-i pretende utilizar narrativas direcionadas para ensinar a escrever os códigos. Diferentemente do aprendizado tradicional, que requer conhecimento de estrutura linguística e matemática, a nova metodologia usa músicas e histórias infantis como meio de atrair a atenção das crianças.

Por meio de um aplicativo para iPhone, iPad e iPod Touch, crianças a partir de cinco anos poderão utilizar uma interface de blocos para criar comandos simples e, assim, interagir com os robôs. É possível, por exemplo, programar o movimento de um dos robôs arrastando alguns blocos. Após um certo período de aprendizado, é esperado que a criança já consiga entender o código puro.

“Se você pedir para que uma criança de quatro ou cinco anos escreva códigos, ela terá dificuldade para organizar uma longa sequência de comandos. Mas, se você reformular isso como uma letra de música ou uma história com uma narrativa, as crianças dessa idade podem criar e lembrar-se de sequências longas e complexas”, explica Vikas Gupta, ex-funcionário da Google e cofundador do Play-i.

Os robôs, assim como qualquer brinquedo eletrônico interativo, trabalham com o princípio de recompensa. Se a criança entender e executar o comando ensinado, o brinquedo emite um som de animal, por exemplo. Dessa forma, os engenheiros e programadores por trás do projeto esperam total envolvimento do usuário.

O Play-i pretende arrecadar US$ 250 mil em pouco mais de um mês de campanha na Internet. A trinta dias do fim da arrecadação, o projeto conseguiu 165 apoiadores e mais de US$ 33 mil arrecadados.

 

Fonte: www.techtudo.com.br