fraude-de-boletos-jeitinho-brasileiro

Atenção à Fraude dos Boletos – Até que ponto o jeitinho brasileiro é vantajoso

Em muito bate papo, seja com amigos, clientes ou família, o assunto ‘corrupção, política antiética ou desonestidade do brasileiro’ acaba vindo à tona e eu me pego pensando:

“Do que é feito o Brasil? Quais valores regem essa sociedade tão rica e cheia de calor, de fome de crescimento e empreendedora?”

Para quem trabalha no ambiente digital, sabe muito bem do que se trata a empresa Registro.br.

Mas para quem não sabe, é através dela que registramos os domínios de site que terminam com .br.

Bem, há uns dias recebi em meu e-mail um boleto de uma empresa com o nome praticamente igual ao Registro.br, com um valor de R$138,00… E alguns clientes também me questionaram sobre esse boleto, pois receberam o mesmo referente à fatura de hospedagem anual.

Tá, Hugo… Onde você pretende chegar com esse assunto?

Só para entendermos melhor o contexto…

1 – Paga-se R$30,00 por ano para ter um domínio registrado no Registro.br;

2 – O Registro.br não hospeda sites, esse serviço é contratado por empresas terceiras (Como Kinghost, Uol Host, entre outras);

3 – Uma vez que um site está hospedado em uma empresa X, somente ela é responsável pela hospedagem deste site, e consequentemente da cobrança pelos serviços prestados.

Entenda agora porque este golpe funciona tão bem!

Pense da seguinte forma: Porque eu receberia um boleto de uma empresa que eu não contratei o serviço?

Pra quem registrou um site .br pelo menos uma vez na vida, sabe que o Registro.br existe. E sendo assim, seria possível um empresário que está na correria do dia a dia, ou o departamento financeiro ‘bater o olho’ em um boleto que tem o logotipo praticamente igual ao do Registro.br pagar esse boleto sem muito questionamento?

É claro que o correto sempre é averiguar tudo antes de tomar qualquer decisão:

  • Analisar o fluxo de caixa, saldos e débitos de uma empresa antes de entrar em um contrato social;
  • Fazer pelo menos 3 orçamentos quando se está preocupado mais com o preço do que outra coisa;
  • Conhecer o histórico do candidato antes de contratar para uma vaga de emprego.

Mas, agora lhe pergunto:

Se formos levar em consideração o nosso histórico como brasileiros, a nossa disciplina e comprometimento de forma geral é equivalente, por exemplo, a dos japoneses?

A resposta deveria ser sim, e se formos pensar em pessoas e empresas realmente focadas, a resposta será sim.

Mas, na correria do dia a dia, será que EM TODAS AS EMPRESAS, TODOS OS PROCESSOS ESTÃO BEM PLANEJADOS, DEFINIDOS E EXECUTADOS?

Porque estou dizendo isso?

Simples…

É por conhecer a forma como o brasileiro trabalha, como é a correria do mercado e como muitas vezes passam coisas despercebidas em alguns momentos, um boleto de uma empresa que tem o nome semelhante a uma de credibilidade, com um serviço parecido e com um logotipo praticamente igual, sem dúvida seria pago.

E aí eu te pergunto:

A corrupção, o jeitinho brasileiro, a malícia, estão somente na nossa política, ou também existem empresas e pessoas que agem de má fé dia após dia pra ter vantagem e garantir o seu?

Assim como um viciado em droga ou alguém que está com depressão, o primeiro passo para a cura de um problema é admitir que ele existe.

E sendo assim, sem dúvida a melhor postura é se perguntar dia após dia:

Quais são os meus reais valores?

Pelo que eu realmente acredito valer a pena lutar?

Qual legado quero deixar?

Pode parecer um tanto filosófico, mas na prática é a negligência em responder a essas simples perguntas que faz muitas vezes nós, empreendedores, trabalharmos 14 horas por dia, não termos tempo pra família, amigos, esposa ou filhos, e chegar no fim do dia se sentindo descontente ou com a sensação de que fez muito mas não fez o bastante.

É claro que, se como eu, você é um empreendedor e tem sede de ser melhor e crescer a cada dia, luta pelos seus ideais e acredita em seus valores.

Caso não os tenha claros em sua mente, lhe aconselho a sentar, pegar caneta e papel, e listá-los.

Valor não se define por preço, e só teremos um país realmente digno e próspero quando o Brasil for feito por brasileiros que sabem o que querem, porque lutam e com consciência de que nenhuma semente mal plantada gera frutos saudáveis.

E assim como você, sua empresa ou negócio precisam de valores, e principalmente, agirem de boa fé mesmo em circunstâncias onde ‘poderia se ganhar um pouco mais do que aparentemente merece’.

Compartilhe com sua rede favorita!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •